Contato

Contact/Contato: fabioallves@gmail.com

9 thoughts on “Contato

  1. Não estou conseguindo fazer doação para o Teleton através do site, faz mais de 1 hora que está “processando minha doação”. Meu telefone é Embratel e também não consigo fazer a doação por ele. Tem como ajudar?

  2. Minha doação de R$ 60,00 não foi debitada até agora na minha conta porque?????
    O que está acontecendo???????

  3. SÔNIA CÂNDIDO

    Dia 31 de dezembro de 1961 na cidade do Recife-Pe nascia uma menina que iria revolucionar o mundo da educação. Em 1989 essa moça simples de uma inteligência maior do que o nosso Brasil começou a lecionar na Universidade Federal de Alagoas – UFAL, onde passou através de concurso público e imaginem a sua primeira turma logo foi a do curso mais “calmo” Agronomia. Mas com o seu jeito “meio doido” de ser, sem comprometer a qualidade de suas aulas, conquistou todos os seus alunos, perder aula de Sônia Cândido da disciplina Sociologia Rural quem era doido, não por uma simples chamada, mas pelo conteúdo e aprendizado que ela sempre transmitia. Em suas aulas não fazia chamada e quando a evasão era grande não passava dos 2%, isso era um feito que nenhum outro professor conseguiu fazer, a nossa turma tinha mais de 50 alunos. Sempre sentei na frente e gostava de conversar com a professora Sônia, magrinha, mas de uma alma enorme, quando ela levava os confeitos (balas) eu sempre pedia umas a mais, ela ria. A nossa turma também fazia inveja aos outros colegas que pagavam disciplina no último bloco da UFAL isso em 1989, não me recordo o nome, perguntávamos aos outros “vocês já tiveram aula com a Profa Sônia Cândido ? e quando eles respondiam que não, aí nossa resposta era essa: vocês não sabem o que estão perdendo, pois pensem numa aula arretada, ela é mil e aprendemos muita coisa. As nossas aulas eram todas as quintas-feiras das 13 as 16h, que horário ruim, mas quando lembrávamos que era com a Profa Sônia Cândido, tudo mudava. Ela realmente quebrou muitos paradigmas.
    A nossa amizade começou a partir das suas aulas em agosto de 1989, sempre que nos reencontrávamos era uma alegria e grande. Depois fomos morar quase vizinhos na Av Eng Mário de Gusmão no bairro de Ponta Verde. Em 1999 voltamos a nos reencontrar desta vez para uma nova missão, ela ficou com a responsabilidade de fazer o projeto pedagógico da 1ª Faculdade que Coordenei graças a sua competência o projeto saiu muito bem e aliado ao trabalho de toda a equipe o Curso foi reconhecido. Vale destacar que a partir daí comecei a entender sobre elaboração de projeto pedagógico, claro com uma Mestra do quilate de Sônia Cândido quem não aprendesse era quem não quisesse nada com a vida, que não é o meu caso. Ela me ensinou tudo sobre projeto.
    Depois veio 2002 onde mais uma vez, elaboramos o projeto pedagógico visando o reconhecimento de uma faculdade que coordenei no interior de Alagoas, e o resultado não poderia ter sido diferente, o Curso foi reconhecido.
    2004, Sônia Cândido me ajudou e muito para o Reconhecimento do Curso de Turismo e o resultado novamente positivo.
    2005 juntamente com a nossa amiga Josefa, nós três elaboramos os projetos visando tanto a autorização dos Cursos de Pedagogia como de Turismo ambos com ênfase em meio ambiente, bem como o Credenciamento da Faculdade de Ensino Regional Alternativa – FERA em Arapiraca-AL. Resultado claro só poderia ser autorizados os cursos e credenciada a faculdade.
    2008 fui convidado para elaborar o Projeto Pedagógico do Curso de Administração bem como do Credenciamento de uma nova faculdade que iria se instalar em Maceió. Convidei Sônia Cândido e Josefa Lopes. Infelizmente Josefa não pode continuar conosco devido a problemas de saúde, e juntamente com Sônia tocamos o barco para frente, mas sempre estávamos em contato com Josefa para nos auxiliar. Em maio de 2009 minha eterna Mestra Sônia Cândido começou a sentir as dores que não sabíamos que logo no mês seguinte iria partir para a eternidade. Fiquei fazendo todo o trabalho do nosso novo projeto, mas sempre conversando com ela. O Resultado a faculdade foi Credenciada e o Curso autorizado com conceito A pelo MEC.
    Em junho de 2009, mas precisamente no dia 17 minha querida amiga Sônia Cândido veio a falecer. Numa das visitas que fiz ao hospital ela olhou e disse assim: Francisco eu acho que estou com câncer, na mesma hora respondi dizendo que se fosse mesmo um câncer ela não seria a primeira nem a última pessoa a ter e o remédio era se cuidar e ficar logo boa, mas é claro que tive que colocar os óculos pois as lágrimas estavam querendo aparecer e não podia deixar que Sônia me visse chorar, só DEUS sabe onde encontrei forças. No dia 15/06 nos vimos pela última vez no seu apartamento no Edif Neo no bairro da Ponta Verde, em 16/06 telefonei e conversei com ela dizendo que iria a Arapiraca para encaminhar um ofício para o Ministério da Educação sobre a faculdade que nós ajudamos a construir, e disse que no outro dia iria visita-la, no final nos despedimos dizendo um para o outro UM BEIJO e esta seria a última palavra da amiga que me ensinou muito durante a sua passagem na terra. Na noite do dia 16/06 conversei com D Ivanise (mãe de Sônia) sobre a situação e chorava ela de um lado e eu do outro, era um tipo de assinto que jamais pensei que um dia iria ter com alguém, mas a vida fez com que tanto D Ivanise e eu precisávamos ter. Chega então o dia 17/06/2009 e juntamente com Josefa fomos para Arapiraca e no meio do caminho recebi um telefonema de Maria (irmã de Sônia) comunicando que ela tinha sido entubada, mas ressaltei para Maria que isso não queria dizer que ela estava mal. Chegamos em Arapiraca, nos reunimos com a Profa Toinha e Prof Carmino, depois de digitarmos o documento, (claro em Comics San 12, pois Sônia só gostava de digitar assim), analisarmos e corrigirmos os erros, imprimimos e assinamos, quando me levantei não andei 3 metros o meu celular toca e vi que era Maria, a mesma disse assim: Francisco acabou ela se foi. Na hora faltou chão, não sabia o que fazer, mas pensei minha amiga Sônia você esperou para poder partir para a eternidade depois de concluirmos o nosso trabalho. Voltamos para Maceió e juntamente com Maria providenciarmos tudo, não poderia deixar de mencionar o profissionalismo da equipe do Pré Vida que nos atendeu de forma ímpar.
    Noite do velório e as pessoas chegavam e perguntavam você é o Francisco ? Pois Sônia só falava em você. No dia 18/06 depois da missa, alguns amigos de Sônia prestaram mais uma homenagem; Cícero Filgueira cantou amigos para sempre, Maisa fez uma oração, Profa Toinha fez um discurso de agradecimento e no final fiz um discurso para a minha amiga querida que havia partido para a eternidade, claro que a emoção foi muito grande, chorei muito e ao falar sempre olhava para a minha querida amiga Sônia. Maria (minha colaboradora desde 2006) a qual Sônia sempre dizia que fazia o melhor feijão de corda, não se continha em lágrimas. No cemitério o Prof Arnon também fez um discurso e disse assim: “Bahia eu tinha ciúmes de você, mas não era doentio, porque Sônia só falava em você, ela sempre dizia assim Francisco fez isso, foi idéia do Francisco, você era um referencial para Sônia, aliás, ela era a única dos seus amigos que lhe chamava de Francisco, porque todos nós lhe chamamos de Bahia”. As lágrimas não paravam de cair, e na hora percebi que o amor de amigo e irmão que Sônia tinha por mim era maior do que eu imaginava.
    Prometi a Sônia que todos os meses iria fazer uma visita ao cemitério, mas não como obrigação, mas como forma de conversar com ela, pois é claro que sei que ali só estão os seus restos mortais, mas para mim como Cristão e Católico as pessoas quando morrem desaparecem, elas continuam vivas nos nossos corações e mentes. Venho fazendo as visitas desde junho de 2009, não tem dia certo, mas todos os meses vou e fico conversando como se ela estivesse me ouvindo, e acredito que sim. Já tive uns 10 sonhos com Sônia.
    Coincidência ou não, concluo essa história hoje 29/12/2011, exatamente 3 anos depois que conheci a mãe de Sônia, D Ivanise, em sua residência na cidade de Recife-PE. Juntamente com Nino Moura, combinamos com Maria de passar na casa da família de Sônia e fazer uma surpresa, pois dia 31/12 aniversário da mesma e como iríamos para Natal-RN, queria dar um beijo em Sônia. Vale ressaltar que Sônia me disse assim: Francisco você não vai lá em casa né ? Respondi eu não, pois não sei o caminho. Quando chegamos lá, ela nos olhou e disse você é fogo, mas claro que ficou super-feliz. Depois entendi a vontade de conhecer a mãe de Sônia naquele dezembro de 2008.
    31/12/2011, se Sônia estivesse viva estaria completando 50 anos, ou seja, meio século. É claro que em janeiro de 2012 iria organizar uma festa surpresa para ela, depois ela poderia até me beliscar, mas iria fazer, minha amiga merecia uma festa a altura. Infelizmente ela não está mais entre nós fisicamente, mas espiritualmente acredito que está sempre ao nosso lado e já tive comprovações disso, diante de situações nas quais ela me ajudou a tomar as decisões corretas. Para você PROFA DRA SÔNIA CÂNDIDO a minha eterna gratidão e como sempre falo de todos os seus discípulos, fui e sou o mais privilegiado de todos, pelos nossos anos de convivência e aprendizado. Quando for 31/12/2061 falarei sobre os seus 100 anos. Estou cumprindo o que lhe prometi.
    MUITO OBRIGADO AMIGA POR TUDO QUE FEZ E REPRESENTA PARA MIM, SEMPRE LEMBRAREI DE VOCÊ.
    Seu eterno amigo
    FRANCISCO BAHIA
    29/12/2011

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s