Todo carnaval tem fim – Los Hermanos

Todo dia um ninguém José acorda já deitado
Todo dia, ainda de pé, o Zé dorme acordado
Todo dia o dia não quer raiar o sol do dia
Toda trilha é andada com fé de quem crê no ditado
De que o dia insiste em nascer
Mas o dia insiste em nascer pra ver deitar o novo
Toda rosa é rosa porque assim ela é chamada
Toda bossa é nova e você não liga se é usada
Todo o carnaval tem seu fim
Todo o carnaval tem seu fim
É o fim
É o fim
Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu pintar o meunariz !
Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu pintar o meunariz
Toda banda tem um tarol, quem sabe eu não toco?
Todo samba tem um refrão pra levantar o bloco
Toda escolha é feita por quem acorda já deitado
Toda folha elege um alguém que mora logo ao lado
E pinta o estandarte de azul
E põe suas estrelas no azul
Pra que mudar? Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu pintar o meunariz !
Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu pintar o meunariz !
Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu pintar o meunariz !
Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu pintar o meunariz !
Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu pintar.

(Marcelo Camelo)

PS: Ouça as musicas da trilha do filme Babel e Pequena Miss Sunshine, junto ao ler o poema.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s